domingo, 20 de dezembro de 2015

Acampar na chuva vai ser tudo de bom

Fim de ano chegando e acampar ainda é uma das opções mais baratas e divertidas de aproveitar as férias. Mas acampar debaixo de chuva vale a pena? Claro que sim! É melhor um preparado na chuva do que um despreparado no sol.

Chuva no Camping PachaMama
Algumas das Cachoeiras mais lindas da Chapada dos Veadeiros só existe alguns meses do ano porque elas dependem da chuva para existir. 

Um passeio imperdível para a época das águas é a Cachoeira do Abismo. Que recebe esse nome por cair diante de um horizonte deslumbrante. Além de ter uma água dourada e cristalina está no caminho para a Janela, local onde é possível ver de frente as duas quedas do Parque Nacional (Salto do Rio Preto e Garimpão).

Cachoeira Abismo
Janela com vista para as Cachoeiras do Parque Nacional
A Cachoeira Bailarina é outra opção. Se encontra no rabo do Morro da Baleia e tem um verde esmeralda único. Precisa de alguns meses de chuva para formar sua piscina natural e seu auge é entre janeiro e abril. 


Cachoeira Bailarina no Morro da Beleia
As Cachoeiras Loquinhas também ganham novas quedas nessa época, o Poço Encantado e Almécegas ficam ainda mais impressionante e o Raizama tem sua piscina mais cheia. Algumas outras como Cristais e Macaquinhos não mudam muito. Porém Cataratas dos Couros, Vale da Lua e Morada do Sol exigem mais cuidado e atenção. 

Depois de anos de sol e chuva no Camping PachaMama aprendemos um pouco sobre barracas e escolhemos algumas dicas para tornar seu acampamento de verão ainda mais prazeroso:

. Prenda todas as amarrações da barraca, pois são essenciais para proteger do vento.

. Deixe a cobertura de fora da barraca totalmente separada da parte de dentro. Sendo que uma nunca se encoste à outra.

. Não deixe que o colchão inflável encoste-se às paredes da barraca, pois possibilita a entrada de água.

. Coloque os specks (ganchos de ferro) num ângulo de 45°. E use a marreta de borracha disponível no camping.

. Observe a inclinação do gramado e coloque a barraca com a porta para baixo.

. Não coloque lona embaixo da barraca, pois empossa a água.
. Use a lona sobre a barraca em época de chuva.

. Deixe a porta ou a tela de mosqueteiro sempre fechada para evitar insetos na barraca.

. Ao sair verifique se a barraca está fechada, coloque cobertores, travesseiros e malas no centro do colchão, pois geralmente quando entra água, molham as laterais. 

. A noite costuma ser fria, por isso agasalhe-se bem antes do frio chegar. 

E na hora de comprar uma barraca? 
Qual a melhor opção?

Certifique se de que a barraca é 4 estações. Muitas barracas não são feitas para suportar ventos fortes e chuva. 

Dentre as opções no Brasil a marca Quéchua tem se destacado diante das nossas temporadas de vento e de chuva na Chapada dos Veadeiros. São as barracas que oferecem maior resistência no período de chuva e amanhecem secas mesmo depois de fortes temporais. 

A barraca Arpenaz 2 da Quechua de R$ 179,99 é o modelo mais simples e mais barato da loja Decathlon e tem impermeabilidade testada sob jato de água de 200mm por hora e testada em túnel de vento numa plataforma giratória. 


O site www.decathlon.com.br dispõe de várias outras opções que vale a pena conferir.



Nosso maior benefício em sugerir a marca Quéchua é ver nossos campistas amanhecerem confortáveis e satisfeitos mesmo depois de uma noite chuvosa. 

Esperamos que as dicas sejam úteis e agora o Camping PachaMama e o Verão esperam vocês! 

Um comentário:

  1. Genteeeeeeeeee!!!! esse camping PachaMama é tudo de bom!! recomendo!!

    ResponderExcluir